29.4 C
Dourados
terça-feira, novembro 30, 2021

Geraldo Resende governador?

- Publicidade -

“O negacionismo é a praga do século, aliado do vírus e da morte”. Com esta impactante frase o jornal Correio do Estado estampou neste fim de semana entrevista com o secretário de Saúde do Estado e suplente de deputado federal, Geraldo Resende. O secretário falou das ações do governo contra a pandemia, do apoio dos profissionais da saúde, que ele chama de “verdadeiros heróis de guerra”, e de um pequeno grupo de pessoas que luta contra a vacina: os negacionistas. Só não explicou porquê não tomou uma atitude quando, desautorizado pelo governador Reinaldo Azambuja na questão do passaporte da vacina, preferiu recolher-se à sua “insignificância”, obediente ao velho ensinamento do manda quem pode obedece quem tem juízo. Covardia de Resende? Não, ele provou, nesse mesmo episódio, que é bom de briga, mas, naquele momento, repassando aos que se preocuparam com um possível revide, que tinha uma missão a cumprir. Missão que não é o puro e simples retorno à Câmara Federal, como titular da cadeira que foi sua por quatro mandatos, mas colocando-se à disposição do chefe Azambuja para voos mais altos. Vai que Eduardo Riedel, por exemplo, encontre alguma pedra pelo caminho! A visibilidade que Geraldo ganhou pela boa gestão da pandemia é a credencial que qualquer candidato a governador sonha ter.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Últimas Notícias

- Publicidade-