29.4 C
Dourados
terça-feira, novembro 30, 2021

Roda do Tempo

‘8 presidentes 1 juramento – A história de um tempo presente’: a política brasileira sem embate passional

Carla Camurati revê com olhar ponderado história dos presidentes desde as Diretas Já; Bonequinho olha

O que estamos fazendo aqui no Planeta Terra? Ensaio crítico sobre o espetáculo ‘Tamboril Estelar’

“Tamboril Estelar” é um experimento cênico-artístico que responde com arte, inventividade, criatividade e posicionamento ético sobre os sentimentos que atravessam os seres humanos que vivem o avanço do século XXI

Celebração à Revolução de 1932 agora faz parte do calendário oficial de MS

A celebração à Revolução Constitucionalista de 1932 agora faz parte do calendário oficial de eventos de Mato Grosso do Sul. O projeto de Lei,...

Nova biografia de Lula põe Lava Jato em segundo plano e revê origens do PT

Livro de Fernando Morais diz que PF instalou grampo em apartamento do ex-presidente em 2016

A proclamação da República

A Proclamação da República aconteceu no dia 15 de novembro de 1889 e foi resultado de uma articulação entre militares e civis insatisfeitos com a monarquia. Havia insatisfação...

Há 16 anos, morria o ex-deputado federal Ivo Cersósimo

O ex-deputado federal Ivo Cersósimo morreu no dia 31 de outubro de 2005, no Hospital Evangélico, em Dourados, onde estava internado após sofrer uma...

Morre aos 84 Colin Powell, 1º secretário de Estado negro dos EUA

18/10/2021 - 09h31Militar que ajudou a definir política externa americana faleceu devido a complicações decorrentes da CovidColin Powell, primeiro secretário de Estado negro dos...

Bicentenário de Anita Garibaldi gera debate ideológico em torno do legado da revolucionária

O convés do navio comandado por Giuseppe Garibaldi (1807-1882), sob ataque das tropas imperiais brasileiras, começava a ser coberto por tripulantes caídos, mas Anita, apelido dado pelo italiano à Ana Maria de Jesus Ribeiro da Silva, seguia na primeira linha de atiradores. Mesmo com a batalha escalando em mortos e feridos, ela seguia na proa, entre dois marinheiros, 'de fuzil ao peito', exposta 'às balas do inimigo' e atirando, escreveu Lindolfo Collor, avô do ex-presidente e hoje senador Fernando Collor, em 'Garibaldi e a Guerra dos Farrapos', livro de 1938 sobre a revolta ocorrida no sul do Brasil entre 1835 e 1845.

Renúncia de Jânio Quadros completa 60 anos, e especialistas veem pontos em comum com Bolsonaro

O jornal Folha de S. Paulo estampava a manchete 'Lacerda acusa o ministro da Justiça de tramar o fechamento do Congresso', sobre a declaração do então governador da Guanabara à cadeia de rádios e televisão, enquanto o presidente Jânio Quadros, eleito com apoio do mesmo Lacerda e da UDN, participava de um evento pelo Dia do Soldado, em Brasília, naquele 25 de agosto de 1961. Jânio já tinha em mente a decisão tomada naquela madrugada, que deixaria o Brasil à beira de uma guerra civil, como registrado na edição do dia seguinte. Com menos de sete meses de governo e depois de eleito com 48% dos votos para um mandato de cinco anos, ele renunciou à Presidência naquele dia 25, com um bilhete.

Há 80 anos, Alemanha invadia a União Soviética

23/06/2021 - 14h01Há 80 anos, na maior ação militar da História, tropas nazistas surpreenderam e avançaram para tomar Moscou, mas não contavam com resistência...

Morre, aos 80 anos, o ex-vice-presidente Marco Maciel

12/06/2021 - 08h52Além de vice-presidente nos dois governos FHC, o pernambucano também foi governador, senador e ministro da Educação e chefe da Casa Civil...

‘Larguei a câmera e puxei a arma’: O atentado no Vaticano que deixou um Papa à beira da morte

14/05/2021 - 08h22O Papa João Paulo II foi baleado em plena São Pedro, em meio a milhares de fiéis, no VaticanoHavia mais de 20...

Bom humor, futebol e um susto: A primeira visita do príncipe Phillip ao Brasil, em 1962

13/04/2021 - 09h14Príncipe de Edimburbo, que morreu sexta-feira passada, foi recepcionado pelo presidente João Goulart e viu Pelé contra o Palmeiras, no PacaembuO príncipe...

Justiça autoriza governo Bolsonaro a manter celebração do golpe de 1964 como ‘marco da democracia’

18/03/2021 - 15h06Decisão foi proferida pelo TRF-5; relator diz que texto publicado no site do Ministério da Defesa em 2020 não ofende ConstituiçãoO TRF-5...

‘O petróleo é nosso’?: A origem nacionalista do slogan exaltado por Bolsonaro

Em conversa com apoiadores na porta do Palácio do Planalto na manhã desta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro resgatou o slogan de uma campanha de mais de 70 anos, anterior à própria fundação da Petrobrás, para defender sua intervenção no comando da estatal. O slogan 'O petróleo é nosso' movimentou o Brasil a partir da segunda metade dos anos 40, quando grupos divergiam sobre como deveria ser o modelo de exploração do combustível fóssil no país.

Inversão nos pólos magnéticos da Terra mudou o clima e pode ter alterado a história humana

Há 42 mil anos, a camada de ozônio quase desapareceu. Os ventos do Oceano Pacífico se transformaram. O manto de gelo da América do Norte se expandiu. A megafauna da Austrália foi extinta, e os últimos neandertais desapareceram. Da mesma época são datadas as primeiras pinturas rupestres em várias partes do globo. Agora, um grupo de pesquisadores relaciona esses eventos a um intenso enfraquecimento do campo magnético provocado durante a inversão dos pólos da Terra. O estudo que se baseou na análise do tronco de uma antiga árvore foi publicado na revista Science.

Os 100 anos da Folha de S. Paulo

19/02/2021 - 01h40Capa da Folha da Noite de 19/2/1921 apresentava programa do novo jornal de SP e destacava eleições legislativasBlocos compactos de letras espremidas,...

Morre Paulo Egydio, ex-governador de SP, aos 92 anos

13/02/2021 - 09h17Governou o Estado durante o regime militar, entre 1975 e 1979, nomeado pelo então presidente Ernesto GeiselO ex-governador de São Paulo e...

STF forma maioria para declarar que não existe direito ao esquecimento no Brasil

O STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria nesta quinta-feira (11) para rejeitar a existência do direito ao esquecimento no Brasil. Os ministros entenderam que a criação do instituto jurídico no país poderia botar em risco a liberdade de expressão. Até o momento, os ministros Dias Toffoli, Kassio Nunes Marques, Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski votaram contra o direito ao esquecimento, enquanto o ministro Edson Fachin se posicionou favoravelmente. Luís Roberto Barroso se declarou impedido para analisar o tema e não votará.

Indígenas brasileiros lutaram contra nazistas na Segunda Guerra Mundial

PORTO ALEGRE - O calor e a paisagem verde das aldeias de clima tropical foram substituídos pelo branco da neve e um frio que chegava a -15°C em vilarejos italianos. Entre os cerca de 25 mil de soldados brasileiros que combateram as tropas nazistas de Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) estavam dezenas de indígenas, de etnias como terena, cadiueu, kinikinau e guarani.
- Publicidade -

Últimas Notícias

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -