30.9 C
Dourados
sexta-feira, janeiro 21, 2022

Casa do Pantaneiro vira Espaço da Sanesul, no Parque das Nações

- Publicidade -

Casa do Pantanal (ou Casa do Homem Pantaneiro), imóvel no estilo “Casa de Fazenda” localizado no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande (MS) cedida há 2 anos para a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) terá o início de sua transformação para virar um memorial. A ordem de serviço da Sanesul será assinada na próxima quinta-feira (2/12), conforme anunciou o presidente Sanesul Walter Carneiro Junior

De acordo com o projeto, a Casa será transformada em um ponto de visitação aberta ao público, além de espaço multiuso para eventos e atividades relacionadas à educação ambiental e sustentabilidade. “A casa Sanesul vai ter um anfiteatro, vamos ter um espaço cultural destinado aos artistas locais que poderão expor lá em uma parceria nossa com a Fundação de Cultura”, explicou Carneiro. 

A assinatura abrirá uma manhã de grandes eventos públicos na Capital. “Nós estaremos dando a ordem de serviço num ato de entrega da renovação de frota. Nós teremos 2 grandes eventos nesse dia, de manhã o evento da Sanesul, lá ao lado da Casa do Pantaneiro, às 9h30. À tarde o governador estará fazendo o evento da Caravana da Saúde”, comentou Carneiro. 

O espaço “Casa do Pantaneiro” foi  cedido em 23 de novembro de 2019, num evento político de apresentação do Projeto de Revitalização do Parque das Nações Indígenas. Naquela ocasião, a expectativa era de que as obras de adequação e reforma do local estivessem concluídas em outubro de 2019, em comemoração aos 40 anos da Sanesul. “Atrasamos devido a Pandemia. Nossa equipe teve que fazer uma readequação orçamentária e agora teremos condição”, esclareceu Carneiro.  

No ato de assinatura de serviço no dia 2 de dezembro estarão presentes o governador Reinaldo Azambuja, secretários e prefeito. Carneiro Júnior explicou que o contrato diz que a obra deve ser finalizada em 8 meses. “São 8 meses desde a assinatura, esse é o prazo do contrato”, finalizou. O prazo, então, é julho do ano que vem e a reforma custará um total de R$ 800 mil. 

A Casa do Pantanal foi construída em 2005 e entregue em 2006. O Governo do Estado cedeu a área para a construção e a obra, na época, teve investimentos de R$ 600 mil por parte do Programa Turismo Brasil, do Ministério do Turismo e contou com contrapartida financeira da Fundação Manoel de Barros, que acabou devolvendo o imóvel ao Imasul em 2015. 

Agora o présido passará a se chamar “Espaço Sanesul” e a validade do contrato com a empresa é de 20 anos.  

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Últimas Notícias

- Publicidade-