18.1 C
Dourados
sexta-feira, junho 21, 2024

Sérgio Cruz, o primeiro radialista imortal do MS

Posse do radialista será nesta sexta-feira às 19h30, na Academia de Letras do MS

- Publicidade -

Um dos mais polêmicos profissionais da imprensa da história dos dois Mato Grossos, deputado antes e depois da criação do Mato Grosso do Sul, o antológico Sérgio Manoel da Cruz, o “Pau na Mula”, assume nesta sexta-feira, a cadeira 22 da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras. Ele é o primeiro radialista imortal. Natural de Salgueiro, onde nasceu há 81 anos, Sergio Cruz iniciou sua carreira de radialista na Rádio Clube de Dourados, em 1960, apresentando programas jornalísticos.

De 1961 a 1962, trabalhou na Rádio Voz do Oeste, em Cuiabá, desembarcando em Campo Grande, em 1963, direto para a PRI 7, Rádio Difusora, tendo passado pela Rádio Cultura. De 1964 a 1968, depois uma temporada em São Paulo, onde apresentado programas na Rádio Clube de Santo André e rádios Cometa, Piratininga e Tupi, de São Paulo.

Em 68 retornou a Campo Grande, contratado pela Radio Difusora. Trabalhou em, praticamente todas as emissoras da época. Tornou-se popular como “Pau na Mula”, com o seu refrão “fé em Deus e pau na mula”, que o levou à política. Foi deputado estadual na última legislatura do Mato Grosso uno, depois eleito como deputado Constituinte do Mato Grosso do Sul, daí para a Câmara dos Deputados em Brasília, nas eleições de 1982.

Deixando a política, voltou para o rádio, entremeando a radiodifusão ao jornal impresso e à televisão. Atualmente, além de live na internet, Sergio Cruz participa do programa “Boca do Povo”, na FM Difusora Pantanal.

Sergio Cruz é pesquisador da história, autor e 10 livros. É também membro do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul, desde novembro de 2023.

Com Via Morena/TV Internet

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Últimas Notícias

- Publicidade-