18.1 C
Dourados
sexta-feira, junho 21, 2024

‘O campo é pilar que impulsiona a economia’

Presidente da Câmara discursou durante sessão solene da Câmara em homenagem ao segmento do agronegócio no município

- Publicidade -

“Vocês são verdadeiros pilares, cujo trabalho incansável tem sido fundamental para impulsionar nossa economia, alimentar nossa população e elevar o nome de Dourados no cenário agrícola nacional”. Assim o presidente da Câmara Municipal, Laudir Munaretto (MDB) falou aos produtores rurais e empresários do setor presentes na sessão solene em homenagem ao agronegócio que o Legislativo realizou na noite desta quarta-feira no auditório do Sindicato Rural de Dourados, dentro da programação da 58ª edição da Expoagro.

Laudir avaliou que cada um dos homenageados representa o melhor do espírito empreendedor, da dedicação e do comprometimento com a excelência. “Seus esforços não só geraram crescimento econômico, mas também promoveram o bem-estar de toda a comunidade, inspirando as gerações presentes e futuras”, disse.

Para o presidente da Câmara Municipal, o Diploma de Honra ao Mérito é mais do que um reconhecimento, “é uma expressão de profunda admiração e gratidão por tudo o que vocês fizeram e continuam a fazer pelo agronegócio de Dourados. Que este momento seja apenas mais um marco em suas trajetórias repletas de conquistas e sucesso”.

Por fim, Laudir Munaretto afirmou que ao realizar a sessão de homenagens a Câmara faz justiça e reconhece o trabalho daqueles que têm dedicado a vida ao fortalecimento e desenvolvimento do agronegócio no município.

A AFORÇA DO AGRO

A força do agronegócio e sua importância no desenvolvimento da nação foram destaques nos pronunciamentos das autoridades presentes na sessão solene que a Câmara de Dourados realizou na noite desta quarta-feira (15) para homenagear produtores rurais, empresários, profissionais técnicos e instituições que atuam e fomentam o setor no município.

Estiveram no auditório do Sindicato Rural, que ficou lotado durante toda a sessão, o prefeito Alan Guedes e a maioria dos secretários municipais, o deputado federal Marcos Pollon (PL) e o deputado estadual Renato Câmara (MDB). Na mesa, ainda, o presidente do Sindicato Rural, Ângelo Ximenes e o presidente e o vice da Câmara Municipal, Laudir Munaretto (MDB) e Mauricio Lemes (PSB).

Todos que discursaram deixaram mensagem positivista, apostando sempre na força do trabalho e na capacidade empreendedora do homem do campo e das instituições.

Elso Toledo Olazar e Gilmar Curioni falaram em nomes dos homenageados, agradeceram ao legislativo pelas honrarias e pontuaram sobre os desafios de produzir e colocar alimentos na mesa dos cidadãos. O vereador Marcelo Mourão (PL) em nome dos demais, defendeu políticas arrojadas para o setor produtivo e sugeriu que o espaço do parque de exposição seja utilizado para mais eventos, como feiras e atividades culturais diversas que acontecem na cidade.

Para o deputado Pollon, ao homenagear o agronegócio, a Câmara de Dourados reconhece a importância dos homens e mulheres que produzem e cumprem as leis vigentes no país. Ele condenou as ocupações de propriedades privadas e disse que “o estado precisa garantir o direito à propriedade e tratar com respeito e dignidade quem trabalha”.

O prefeito Alan Guedes discorreu sobre realizações da administração pública municipal e comentou publicação da revista Exame que aponta Dourados como o oitavo melhor município brasileiro para negócios no segmento agropecuário. Também disse que o trabalho do legislativo municipal é fundamental e imprescindível para o pleno desenvolvimento de Dourados.

Angelo Ximenes deu números iniciais sobre a feira agropecuária, que este ano conta com 80 expositores e destacou de maneira especial os apoios que o Sindicato Rural tem recebidos todos os anos dos governos do estado e do município para que a Expoagro aconteça com êxito.

Por fim, Laudir Munaretto afirmou que ao realizar a sessão de homenagens a Câmara faz justiça e reconhece o trabalho daqueles que têm dedicado a vida ao fortalecimento e desenvolvimento do agronegócio no município.

Na abertura da sessão foi respeitado ‘minuto de silêncio’ como gesto de respeito e solidariedade ao povo gaúcho vítima da enchentes que assolam praticamente todo o estado do Rio Grande do Sul.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Últimas Notícias

- Publicidade-