18.1 C
Dourados
sexta-feira, junho 21, 2024

Nikolas Ferreira ataca Erika Hilton na Câmara Federal

A agressão foi gravada e postada pelo próprio Nikolas nas redes sociais

- Publicidade -

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) protagonizou mais um ataque transfóbico na Câmara dos Deputados, esta semana. Nikolas proferiu uma fala preconceituosa contra Erika Hilton (PSol-SP) em discussão na Comissão dos Direitos da Mulher.

Em audiência com a ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, Erika discutiu com a deputada Júlia Zanatta (PL-SC) fora do microfone. No bate-boca, Hilton chamou Zanatta de “ridícula”, “feia” e “ultrapassada”. “Vai hidratar esse cabelo”, afirmou.

“Pelo menos ela é ela”, rebateu Nikolas, que entrou no meio da conversa. O episódio foi gravado e exposto nas redes sociais pelo próprio deputado.

Nikolas Ferreira tem um histórico de preconceito na Câmara, e foi inclusive alvo de uma representação no Conselho de Ética por fala transfóbica no plenário.

Além disso, o deputado tem uma condenação em processo de danos morais, movido por Duda Salabert (PDT-MG), também deputada federal. O processo diz respeito a ofensas proferidas por ele enquanto eram ambos vereadores de Belo Horizonte e Nikolas disse que continuaria chamando Duda de “ele”, por “ser o que estava na certidão”.

Erika Hilton e Duda Salabert são as primeiras deputadas trans no Congresso brasileiro.

A transfobia foi equiparada ao crime de racismo pelo Supremo Tribunal Federal em 2019. A pena pode ir de um a três anos de prisão, além de multa. Se tiver ampla divulgação do ato, pode chegar até cinco anos de reclusão.

Isabela Stanga/Correio Braziliense

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias

Últimas Notícias

- Publicidade-